THIS CONTENT IS
CURRENTLY UNAVAILABLE

Erros de tradução que mudaram a História – Parte 3

Mônica Pires Rodrigues      quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Compartilhe esta página com seus amigos

Na última postagem da série de erros de tradução inspirados na publicação da BBC Cultura, a Tradupoints mostra que até mesmo governantes, ministros, presidentes, premieres e chancelers podem ser vítimas de encrencas sem precedentes ao receberem prestação de serviço de má qualidade, o que pode comprometer a credibilidade de um país inteiro. Uma boa escolha pode definir o rumo da História!

A Tradupoints adaptou o texto e disponibilizou aqui no blog para você. Conheça agora mais uma dessas histórias incríveis:

Pé na cova:

Nem mesmo o Google Tradutor poderia ter evitado um erro que baixou alguns graus na temperatura durante a Guerra Fria.

20b738 a42229cbd522435bb8a3402ebed6f26b.jpg srb p 253 199 75 22 0.50 1.20 0.00 jpg srbEm 1956, o Premier Soviético Nikita Khruschev disse algo que foi traduzido como “Nós vamos enterrar vocês!” para os Embaixadores ocidentais em uma recepção na Embaixada da Polônia em Moscou. A frase foi parar em capas de revistas e títulos de notícias de jornais, esfriando as relações soviéticas com o Ocidente.

Ainda assim, quando colocada em contexto, as palavras de Khruschev’s estavam mais para “Gostem ou não, a História está do nosso lado. Vão cavar suas próprias covas”. Ele quis dizer que o Comunismo iria superar o Capitalismo, que se autodestruiria, referindo-se a uma passagem do Manifesto Comunista de Karl Marx e Friedrich Engels que diz “O que a burguesia produz portanto, acima de tudo, são cavadores de suas próprias covas”. Embora a frase dita não tenha sido a mais tranquilizadora do mundo, não foi uma ameaça a mão armada que pudesse inflamar os anticomunistas ou aumentar a possibilidade de um ataque nuclear à mente dos americanos.

O próprio Khruschev esclareceu o comentário – após muitos anos, vale saber. “Uma vez, disse que iríamos enterrar vocês e tive problemas”, disse durante um discurso na antiga Iugoslávia em 1963. “Claro que não os enterraria com uma pá. Seu próprio proletariado o fará.”

 

Se você gostou, pode também acessar o link original da matéria da BBC Cultura aqui.

Uma tradução de qualidade poderia ter evitado essa saia justa diplomática.

Para sua tradução sair ‘como manda o figurino’, conte conosco!

Comentários

Outros artigos

O que Oxalá e Alá têm em comum?

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Erros de tradução que mudaram a História – Parte 2

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Literatura online - aprendendo com as feras

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Erros de tradução que mudaram a História – Parte 3

quarta-feira, 2 de setembro de 2015