THIS CONTENT IS
CURRENTLY UNAVAILABLE

Quem contrata serviços de transcrição?

Mônica Pires      segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Compartilhe esta página com seus amigos

 

Se você acha que a transcrição é um trabalho em extinção, arcaico ou sem utilidade, é melhor reconsiderar.

 

O mercado geral de transcrição explodiu nos últimos anos. Isso é um choque para muitas pessoas que estão acostumadas a escutar que o conteúdo em vídeo é a bola da vez. É verdade que o vídeo é um recurso indispensável no universo online, mas a transcrição vem sendo cada vez mais incluída nas estratégias de muitas marcas, pessoas e empresas.

 

O fato é que há tanto trabalho para transcritores e degravadores bem treinados por aí que alguns precisam dizer “não” com frequência - e o trabalho está em toda parte. Ao contrário da transcrição médica (que é a gravação de prontuário médico em áudio para que alguém prepare esse mesmo prontuário por escrito), que vem apresentando queda, a transcrição geral abrange uma variação interminável de todo tipo de nicho. O céu é o limite!

 

Mas quem contrata, afinal?

 

  • Youtubers e profissionais de vendas do Marketing Digital: Basicamente, isso significa que o Google e o YouTube não classificam o conteúdo de vídeo nas pesquisas, simplesmente porque não há nenhum texto escrito para indexar (e boa descrição e bom título não são o que a gente vê por aí). O privilégio para profissionais de marketing ao ter alguém transcrevendo seu conteúdo de vídeo é que ele coloca todo o áudio em texto escrito e esses mecanismos de busca conseguem reconhecer tudo isso, aumentando drasticamente seu alcance, seu engajamento e criando oportunidades para o crescimento de seus negócios. Não basta que os espectadores assistam aos vídeos. Os profissionais de marketing do YouTube querem que o público se envolva com o conteúdo. Ter uma transcrição disponível para o público aumenta o engajamento (curtidas, compartilhamentos, comentários etc.) fazendo com que esse conteúdo seja facilmente acessível e compreendido por todos.

 

  • Advogados: a autorização de gravação e posterior transcrição de audiências é prevista em lei (§ 6º, do Art. 367 do CPC/2015) e pode ser solicitada ao juiz, caso a caso, para fins de análise por parte dos advogados. Uma boa transcrição permite interpretação posterior mais clara do conteúdo da audiência e permite menções exatas às falas em defesas e interpelações posteriores. Transcrição de material em áudio também pode ser juntada a processos por quaisquer das partes. Lembre-se que escutas sem autorização não são permitidas, mas gravações de SAC (Decreto 6523/2018) ou de conteúdo sobre o qual haja ciência das partes envolvidas podem ser grandes aliadas, além de serem permitidas por lei.

 

  • Órgãos públicos: secretarias, comitês, conselhos gestores, agências, a vasta maioria deles necessita ter suas reuniões transcritas para que virem uma ata. Algumas administrações já têm emissora de TV interna, mas a maior parte delas grava suas reuniões para transcrição e esse público precisa desse material para que seja disponibilizado para cumprir as diretrizes de transparência previstas na Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011).

 

  • Criadores de conteúdo:
    • Aulas em vídeo/cursos: No mundo de hoje, os profissionais geradores de conteúdo em vídeo como cursos, aulas, palestras, sessões de coaching em grupo precisam ter em mente as diferentes necessidades de seu público. Ter uma transcrição disponível permite que eles alcancem públicos que, de outra forma, não poderiam alcançar. É um recurso que leva em consideração a maneira como seu conteúdo é aprendido, pois as pessoas aprendem de modo diferente. Uns são mais auditivos, outros mais visuais, outros aprendem de modo mais desorganizado, mas o fato é que já não se aprende mais como antes.
    • Podcasts: Quem não pode escutar um podcast perde muito com o fato do conteúdo ser entregue somentes em áudio. Cada vez mais, ferramentas de acessibilidade são necessárias para que todos tenham acesso ao conteúdo de seu interesse e barreiras como a surdez total ou parcial ou o simples fato de não poder escutar em um ambiente cheio, por exemplo, deixaram de ser empecilhos ou limitadores. O bom podcast tem conteúdo em áudio de qualidade, mas também disponibiliza a transcrição do episódio para leitura.
    • Bloggers: Sabe aquela hora em que gerar conteúdo deve acontecer rápido e você não é tão rápido assim na escrita, mas fala super bem? Pois é. Gravar um áudio com sua sequência de ideias (como se fosse um podcast mesmo) e depois transformar tudo em texto faz com que seu conteúdo esteja prontinho para ser publicado, mesmo se seu tempo for escasso. Os transcritores transformam sua gravação em uma publicação de blog.
    • Livros: Conteúdo de entrevista, um bate-papo entre autores, tudo isso é sempre uma gravação que vira um livro após ser transcrita. A gente até se pergunta, “como é que fulano lançou outro livro em tão pouco tempo?”. Pois é. O recurso da transcrição é maravilhoso para gerar livros a partir da fala do autor, de entrevistas interessantes, de conteúdo que ensine passo-a-passo de algo… As possibilidades são enormes.

 

Agora que você sabe como o serviço de transcrição pode ser seu aliado, não perca mais tempo e fale conosco, seja para solicitar sua transcrição aqui com a gente ou, caso queira saber mais sobre nosso Curso de Transcrição de Áudio e Vídeo, é só deixar aqui abaixo sua mensagem ou escrever para cursos@tradupoints.com.br.

Comentários

Outros artigos

O que Oxalá e Alá têm em comum?

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Erros de tradução que mudaram a História – Parte 2

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Literatura online - aprendendo com as feras

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Erros de tradução que mudaram a História – Parte 3

quarta-feira, 2 de setembro de 2015