THIS CONTENT IS
CURRENTLY UNAVAILABLE

Affect ou Effect? - Diferenças que pesquisadores e acadêmicos precisam entender

Mônica Pires      sexta-feira, 18 de maio de 2018

Compartilhe esta página com seus amigos

 

Affect ou Effect?

Entre as muitas palavras na língua inglesa que se revelam difíceis, mesmo para os mais instruídos, estão affect e effect, ambas usadas ​​com considerável frequência na escrita acadêmica. Essas palavras são pronunciadas de maneira semelhante e ambas tendem a expressar influência, mas seus significados são precisamente distintos. A primeira é mais usada como verbo, enquanto que a segunda é mais frequentemente usada como um substantivo, e se estes fossem seus únicos usos, eles poderiam apresentar poucos desafios até mesmo para autores/pesquisadores que não são falantes nativos de inglês. No entanto, saber quando e onde o affect deve ser usado em vez de effect ou vice-versa pode ser um desafio; por isso, algumas dicas sobre como usar essas palavras corretamente em seu texto acadêmico ou científico podem ser úteis.

Affect usado como um verbo geralmente significa afetar, produzir uma mudança ou mover a mente ou sentimentos. Na sentença "All the essential parts of the micrometer, including the slides, micrometer box, are of steel or cast-iron, so that changes of temperature do not affect the adjustments", o verbo está usado corretamente com este sentido. Affect é, portanto, o verbo que você deve usar quando está discutindo os resultados de ensaios e experimentos: "In addition, how food affects us unquestionably has a lot to do with genetic factors, and because everyone has a different genetic makeup, different foods affect each of us differently."

Um segundo significado do verbo affect é simular, fingir, dar a aparência de algo ou assumir uma atitude, mas de um jeito forçado, artificial. "He affected a Brazilian accent when he visited Bahia, trying to blend in, but the words he uttered simply ruined his disguise”. Quando o assunto são plantas e animais, o verbo affect também pode ser usado com o significado de ocupar ou habitar, como em "marsupials that affect Australia".

Affect é muito raramente usado como substantivo, normalmente no âmbito da psicologia ou da psiquiatria, onde se refere a um sentimento, uma emoção ou uma resposta emocional observada, como em “an obtuse or non-responsive affect may be an indication of mental illness." Aqui, uma escolha mais adequada seria affectation, pois assim eliminamos qualquer ambiguidade ou dúvida.

Já o substantivo effect refere-se a um resultado, consequência ou efeito de alguma ação, evento, agente ou causa, como acontece em “The subjects treated with placebo did not present effects in the wounds’ overall apperance”. Aqui, portanto, o substantivo que deve usar quando estiver discutindo os resultados de tentativas e experimentos é justamente effect: “When subjects slept longer, this had a positive effect on their skin conditions”. O substantivo geralmente se refere a fenômenos reais, mas também pode dar a sensação de uma impressão ou ilusão, como em “a 3D-effect A forma plural, effects, pode significar bens ou propriedade pessoal e também é a palavra usada quando se fala sobre os efeitos especiais em filmes.

Como verbo, effect significa produzir, realizar, fazer acontecer ou produzir como efeito, com o sentido ligeiramente diferente do verbo affect, e é aqui que reside a confusão entre um e outro. Por exemplo, “The meeting effected the transition to open-access publication”.

Effect também está em duas frases idiomáticas. In effect é usado para significar basicamente, essencialmente, virtualmente ou para fins práticos, como em "That deal would create, in effect, the world's biggest airline”. Também é usada para explicar que algo está em operação ou funcionando, como em “the new labour laws are now in effect”, significando em vigor. Make effect é semelhante, ou seja, começar a funcionar ou produzir um resultado. "The medication makes no effect if you drink it with alcohol”.

O bom uso dessas duas palavras em seu texto acadêmico/científico dá o devido destaque aos seus resultados e às discussões de suas descobertas, os chamados findings. E também diferencia seu texto, afinal, o bom uso do inglês prevê que tais palavras sejam aplicadas com naturalidade em textos de pesquisa.

Esse texto ajudou você? Se te ajudou, pode também ajudar seus colegas. Compartilhe e dissemine conhecimento, pois quanto mais o saber é compartilhado, melhor fica nosso planeta.

Comentários

Outros artigos

O que Oxalá e Alá têm em comum?

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Erros de tradução que mudaram a História – Parte 2

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Literatura online - aprendendo com as feras

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Erros de tradução que mudaram a História – Parte 3

quarta-feira, 2 de setembro de 2015